SE A DIREITA TODA CABE NUMA SÓ CANDIDATURA, PQ MARINA QUERIA MAIS PARTIDOS?

Afinal, nas últimas horas, que milagrosa sutura se fez entre socialistas e neoliberais? Religiosos fanáticos e ateus? Ruralistas e ambientalistas? Defensores dos direitos humanos e defensores dos “humanos direitos”? O fato é que, em poucos dias, a partir da apuração dos votos do primeiro turno de nossas eleições presidenciais, forças políticas ultraconservadoras e confessamente anti direitos sociais, aglutinaram-se a outras, ainda piores e de proposições ainda mais assombrosas, posto que são abertamente contrárias a direitos humanos, consolidados constitucionalmente.

E como é que costuraram, tão rápida e eficazmente, ideários tão contraditórios entre si? Como montar um programa que contemple, simultaneamente, os interesses da militância da liberação da maconha e defensores da pena de morte? Saudosistas da ditadura e exilados políticos? Entre os favoráveis à Lei da Palmada e os contrários aos limites à porrada? Entre o playboy fanfarrão e os discretíssimos crentes? Entre ex-petistas e pró-monarquistas? Usuários da erva e os do rifle?

10615329_1455399108059739_6272602514484014269_n

Esse fenômeno dos últimos dias era esperado, mas como tendência perniciosa e não como elemento de coerência discursiva. Afinal, havia uma figura que, há pouco, justificava a necessidade de mais um partido (descontente com relação a todas as quase 3 dezenas de siglas existentes) e que, para isso, repetia como um mantra que era preciso superar a bipolaridade Democratas Vs. Republicanos nos EUA, (ops, se é nos States, it´s ok), se, no caso do Brasil, era urgente evitar a repetição da disputa entre o PT e o PSDB. O que mudou para, repentinamente, essa figura que só chegou até aqui por uma fatalidade, achar que cabe “todo mundo” do lado de lá? Se cabia toda a direita num só governo, porque Marina queria tanto um novo partido?

A partir da confirmação do que já se preanunciava – a junção de pastores, coronéis, playboys e santinhas -, multiplicam-se as dúvidas. Com que toque mágico, afinal, colaram os que renegam e abominam as siglas partidárias, aos dos partidos ideologicamente erigidos? Como irão compatibilizar o incomunicável? Como satisfazer os eleitores daquela do “um ovo pra 5” e os dos 5 empregados pra cada filho? Como justificar que a “nova política” começa pela velha troca de cargos, em troca de apoio eleitoral de conveniência?

Houve tanta exigência, por parte do eleitorado e das oposições, ao longo destes 12 anos. Houve todo mundo opinando sobre tudo, questionando, às vésperas da Copa, se o país eleito para sediar o evento internacional deveria fazê-lo. Houve massa na rua não só pelos vinte centavos e deputado reacionário questionando até a cor da vestimenta da presidenta. E agora, ninguém está ao menos curioso sobre como esse Frankenstein ira se movimentar? Onde estão os cronistas da TV, tão sabidos sobre tudo, do jogo de dominó às complexas relações exteriores, para comentar de que modo irão conviver, nessa coalizão de direita, os que já viveram em Cuba ou no Chile socialista e os que amariam morar nos Estados Unidos? A ala apoiada pelos artistas de todos os credos da Bahia e os que mandam tudo o mais para o inferno? E a paixão que não ia mais se calar: libera o beijo em público ou cura todos os gays? Os baluartes da ética aceitaram os campeões da ficha suja? As mulheres reconhecidas pelo eleitor como defensoras dos sem-terra e seringueiros perdoaram os coronéis que se “notabilizaram” diante dos que aplaudem o extermínio de quem quer reforma agrária? Os que já representaram o expoente das lutas pela igualdade racial brindaram a vitória junto aos que acham o trabalho escravo ‘natural’?

Não sei, não sei. Mas não quero ver no que isso vai dar. Muito menos quero pagar para ver!

Esquisito, esquisito… junta tudo num palanque, pra coxinha achar bonito?

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em CONTO E MOSTRO, JORNALISMO BOZO

2 Respostas para “SE A DIREITA TODA CABE NUMA SÓ CANDIDATURA, PQ MARINA QUERIA MAIS PARTIDOS?

  1. sacimula

    Obrigada! 🙂

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s